(41) 3092-4200 Rua da Paz, 195, sala 123, 1º andar, Alto XV

O edema macular caracteriza-se pela presença de fluido entre as camadas da retina central (mácula), chamada tecnicamente de retina neurossensorial, como se fosse um inchaço deste tecido. Este fluido se acumula em pequenas lacunas císticas de líquido entre as camadas da retina, num espaço onde não deveria existir líquido, levando a uma desorganização anatômica e sofrimento da retina, que a longo prazo pode levar a uma perda de vitalidade do tecido da mácula.

As doenças e causas de edema macular são várias, e tem como ponto comum um vazamento de líquido de dentro para fora dos vasos da retina ou de sua camada nutridora, a coróide. Este líquido pode se acumular dentro da retina causando o edema de mácula, ou em baixo da retina causando um descolamento seroso de retina por acúmulo de fluido de vazamento.

As doenças mais frequentemente causadoras de um edema de mácula são a retinopatia diabética, as oclusões venosas retinianas, a degeneração macular relacionada à idade (DMRI), a coriorretinopatia serosa central, as uveítes e as condições inflamatórias pós cirurgias oculares. Um edema macular pode acontecer também por uma membrana epirretiniana ou Síndrome de tração vítreo macular causando grande tração na região da mácula. (vide menu de doenças do site) O tratamento consiste no combate à causa do edema. Se causado por tração, na remoção cirúrgica da tração. Se causado por doenças que causam vazamentos vasculares, como acima descrito, o tratamento consiste em corrigir as áreas e pontos de vazamento, através de fotocoagulação à laser focal ou tratamentos com produtos injetados dentro da cavidade vítrea que possuam o intuito de diminuir a passagem de líquido de dentro para fora dos vasos acometidos pela doença em questão.

Rua da Paz, 195, sala 123, 1º andar, Alto XV